Agora é a hora para Girê Sipi, Comandante Biharin das YPJ

Biharîn KendalA Comandante das YPJ (Unidades de Defesa da Mulher) no Frente Leste de Kobanê, Biharin Kendal falou para ANF News sobre a batalha de Kobanê e a situaçom recente na operaçom para libertar Girê Sipi.

Qual é a situaçom recente em Kobanê, especialmente na Frente Leste?

A nossa operaçom vem acontecendo por um longo tempo e progredindo com base na libertaçom de Kobanê até agora. Nas frentes oeste e sul, atingimos as fronteiras anteriores que detinha antes do início da grande onda de ataques do 15 de setembro.

Nós agora também alcançamos os limites na frente leste. Estamos avançando de umha forma controlada, porque as aldeias de Cirne, Xane, Heri, Kendale e Serzori estam cheias de minas colocadas polo ISIS. As gangues do ISIS nom estam presentes nestas aldeias, mas nom entramos nelas ainda ja que a entrada descontrolada poderia acabar em muitas vítimas. A parte da operaçom de Kobanê foi concluída e começou a fase de libertar Girê Sipi.

Qual é a importância da libertaçom de Girê Sîpi?

Estamos fazendo preparativos para a operaçom de Girê Sîpi com o objetivo de unir os cantons de Kobanê e Cizîrê após libertar as principais regions cara Girê Sîpi além das fronteiras de Kobanê, para limpar essas áreas do ISIS e, finalmente, para libertar Girê Sîpi. Nom estamos a tratar esta operaçom a partir de umha perspectiva militar so. Temos também como objectivo libertar os povos escravizados polas gangues do ISIS. Queremos libertar as áreas, em qualquer lugar na Síria, onde o ISIS levou as pessoas sob o seu control e submetêu-nas a perseguiçom e permitir aos povos governar-se livremente.

Por outro lado, Girê Sîpi constitui uma linha de separaçom entre os cantons de Rojava. A libertaçom de Girê Sîpi, que é um importante reduto do ISIS e a conexom entre os cantons de Kobanê e Cizîrê, e a uniom dos cantons vai impedir que as gangues do ISIS lançar os seus ataques em ambos cantons a partir desta regiom. Além disso, a ocupaçom em curso do ISIS em Girê Sîpi traerá a fim do longo embargo grave e cerco do Canton de Kobanê. Tendo em consideraçom todos estes pontos, a libertaçom de Girê Sîpi é de importância crucial para os povos árabes que vivem nessa regiom e os povos que vivem nos cantoms de Kobanê e Cizîrê.

Para nós, nom há diferença alguma que os povos que estam vivendo nessas regions. Nós só pretendemos libertar esta área, para libertar os povos da perseguiçom do ISIS, e para unir os nossos cantons, removendo essa linha que separa os cantons o um do outro.

Qual é a situaçom recente das operaçons em curso?

Continuamos as nossas operaçons no leste Kobanê em coordenaçom com a Canton Cizîrê. Desde hoje, as nossas forças em Kobanê figerom um avanço até 10-12 km de Girê Sîpi. A nossa operaçom em direçom a Girê Sîpi continuará também nas outras linhas da Frente Leste. A operaçom de Girê Sîpi nom está avançando em umha única linha, estamos a fazer progressos a partir de muitas linhas.

Como parte da nossa operaçom que partiu de Cizîrê, Monte Kizwan e a vila de Siluk (chamamos-lhe vila apesar de ser tam grande quanto um distrito polo menos) forom libertados. De acordo com os relatórios mais recentes as nossas forças tomarom a estrada entre Raqqa e Girê Sîpi sob o seu control. Esta estrada que as gangues do ISIS estavam usando para trazer reforços foi cortado agora.

As gangues do ISIS nom tenhem qualquer outra estrada sob o seu control para levar reforços?

Nom é possível para as quadrilhas do ISIS ter quaisquer reforço ao longo desta linha. Além de várias aldeias, onde eles nom podem levar reforços intensos, o portom da Turquia é o único ponto onde o ISIS pode obter reforços.

Qualquer tipo de apoio e ajuda logística que tenham as gangues do ISIS a partir de agora (em Gire Sipi) será a partir de cruzar a fronteira turca devido ao feito de que as gangues nom tenhem outra maneira de faze-lo. Como temos testemunhado pessoalmente e também através da imprensa desde o início, o Estado turco está fornecendo ao ISIS com todos os tipos de apoio. Se o Estado turco passa a ajudar ao ISIS polo passagem fronteiriço de Akçakale, mais umha vez, imos dar conta disso. O apoio do Estado turco para todos os grupos quando eles atacarom Kobanê, nom tem sido esquecido ainda. E se eles fornecem um apoio semelhante novamente, nós nunca imos aceitá-lo.

Como está a moral dos combatentes da YPG / YPJ?

Tenho testemunhado esta guerra por um longo tempo, mas eu nunca vim o presente entusiasmo e moral entre os luitadores antes. A emoçom e entusiasmo obtidos com a libertaçom de Kobanê tornou-se eterno com o início da operaçom de Girê Sîpi. Cada luitador está muito ansioso para se juntar à batalha na vanguarda para libertar Girê Sîpi. Eu acho que as palavras vam deixar de expressar a motivaçom dos luitadores. Dezenas de camaradas que luitaram juntos sonhavam em tomar parte na operaçom de Girê Sîpi. Muitos deles foram martirizados ou feridos, e nom podem participar nesta operaçom. Podo dizer que esta ânsia é sentida por todos os companheiros que participam da operaçom agora. Temos o prazer de fazer o seu desejo real, mas também profundamente magoados pola sua ausência. Toda a nossa planificaçom, determinaçom e abordagem baseia-se no desejo de ser dignos dos companheiros e mártires que deixamos para trás.

Os Meios de comunicaçom da Turquia, os mas próximos o AKP em particular, estám espalhando informaçons de que os turcomanos e árabes da regiom forom deslocados polas YPG/YPJ. Que tes a dizer ao respeito?

Nom há quase curdos em Girê Sîpi, especialmente após a ocupaçom do ISIS. Som árabes e turcomanos os que vivem nessas áreas. A nossa filosofia nom inclue umha negaçom ou exclusom de qualquer dos povos desta regiom. O nosso objetivo é criar áreas livres onde todos poidam representar-se a eles próprios. Como digem antes, o que pretendemos com a operaçom de Girê Sîpi é ter certeza de que todos os povos vivam em um ambiente democrático.

Nom está Burkan Al Fırat, com quem realizam as operaçons conjuntas para a libertaçom de Girê Sîpi, composto por combatentes árabes?

Certo. Burkan Al Fırat está composta principalmente por árabes. Os seus combatentes som filhos do povo árabe. O objetivo das nossas operaçons nom é conduzir os povos árabes e turcomanos deste território, mas, polo contrário, criar umha vida livre e igual em conjunto com eles.

A constituiçom dos nossos cantons também estará vigente para os povos que vivem aqui, que também ganharam igual representaçom nos cantons, levando umha vida livre com as suas próprias identidades e culturas. Ninguém deveria duvidar. Vários povos e grupos de crenças no cantom de Cizîrê estám vivendo em igualdade e fraternidade agora. O modelo aplicado no Cantom de Cizîrê também será reconhecido em Girê Sîpi e todas as áreas onde as YPG / YPJ estám presentes. Esses povos que forom escravizados sob a perseguiçom do ISIS estám apoiando as nossas operaçons e os árabes e turcomanos que afluem aos à fronteira estám fugindo da crueldade do ISIS.

Finalmente, que che gostaria dizer sobre a vitória do HDP nas eleiçons no Curdistam do Norte?

Parabenizamos a vitória do HDP e imos respondê-la com a libertaçom de Girê Sîpi. A importância da vitória HDP para a liberdade e fraternidade dos povos é tam grande quanto a importância da libertaçom de Girê Sîpi para a liberdade dos povos.

Nós também homenageamos às vítimas do sangrento ataque que tivo como alvo o mitim do HDP antes das eleiçons, e desejo umha rápida recuperaçom aos feridos. Reiteramos a nossa promessa de permanecer fiéis aos nossos mártires e reforçar a luita. O passar o limite do 10% polo HDP foi umha resposta significativa para nossos mártires. Também imos tentar ser dignos das suas memórias, libertando Girê Sîpi. Nesta base, nós saudamos a todos os povos do Norte do Curdistam e da Turquia, de Amed, em primeiro lugar, e felicitamo-los pola sua vitória.

Esta entrevista foi realizada o domingo 14 de Junho pola manham, horas antes de rachar as defesas prévias a Girê Sipi e começar a batalha pola cidade.

Deixa unha resposta

O teu enderezo electrónico non se publicará Os campos obrigatorios están marcados con *