Chamada do Conselho de Mulheres Jazidis de Shingal às mulheres no mundo

Mulheres Jazidis conselhoO Conselho das Mulheres Jazidis de Shengal convida as mulheres do mundo a declarar o 3 de agosto como “Dia Internacional da Açom contra o Feminicídio e o Genocídio” através de um texto com o apoio das organizaçons de mulheres.

A Assembléia das Mulheres Jazidîs de Shengal enviou um texto às mulheres do mundo intitulado “Chamada para o Dia Internacional da Açom contra o feminicídio das Mulheres jazidis “. O texto é apoiado por muitas organizaçons de mulheres:

“O 3 de agosto de 2016 marca o segundo aniversário do feminicídio e Genocídio polo Estado Islâmico (ISIS) contra o povo jazidi em Sinjar / Shengal. O 3 de agosto de 2014 o ISIS atacou e capturou Sinjar, que é a pátria histórica dos jazidis, umha minoria religiosa curda cuja antiga religiom está ligada ao zoroastrismo. O ISIS destruiu santuários jazidis, executou os resistentes e exigiu os moradores jurar fidelidade ou morrer.

“Durante a massacre do ISIS em Sinjar até 5.000 jazidis forom executados. Quase 200.000 pessoas conseguirom fugir. 50.000 jazidis fugirom para as Montanhas de Sinjar, onde estavam encurraladas sem comida, água nem assistência médica, enfrentando a fome e a desidrataçom. Ao mesmo tempo, cerca de 5.000 mulheres e crianças jazidis forom capturadas. Elas forom apropriadas como espólio de guerra e vendidas como escravas sexuais a homens muçulmanos ou entregues aos comandantes do ISIS. Aquelas que recusarom converter-se forom torturadas, violadas e, eventualmente assassinadas. Os bebés nascidos na prisom, onde as mulheres estám detidas forom-lhes retirados às suas maes a um destino desconhecido. As mulheres supostamente violadas polos combatentes do ISIS cometerom o suicídio saltando para a morte no Monte Sinjar. Enquanto um grande número de mulheres conseguiu fugir ou conseguiu ser libertadas, aproximadamente cerca de  3.000 mulheres ainda estám em cativeiro do ISIS.

Embora a campanha do ISIS contra o povo jazidi muitas vezes é descrita como umha massacre, ela mostra todas as características do genocídio. Mas além disso, o ISIS realizou atos de feminicídio. Sequestro de mulheres jazidis como espólio de guerra, escravitude, violaçons sistemática, conversom forçada nom som só partes de umha guerra sistemática contra as mulheres, é feminicídio.

O povo jazidi, especialmente as mulheres em Sinjar responderom os atos de genocídio e feminicídio do ISIS através da auto-organização e auto-defesa. Hoje Monte Sinjar marca o centro da auto-organizaçom jazidi por meio das unidades de auto-defesa so povo e os conselhos de mulheres como expressom da sua vontade coletiva.

Mas a ameaça do ISIS sobre o povo jazidi em Sinjar continua. E ainda inúmeras mulheres permanecem nas maos do ISIS. Para a sua libertaçom é necessária umha açom nacional e internacional de solidariedade.

Além disso, a Comissom Especial das Naçons Unidas declarou no seu relatório publicado o 16 de Junho de 2016, que os incidentes que aconteceram em Sinjar equivale a genocídio e crimes contra a humanidade. Continuaremos a nossa luita até que os responsaveis sejam julgados e paguem polos seus crimes.

Por isso chamamos para o Dia Internacional da Açom contra o feminicídio e genocídio com motivo do segundo aniversário da campanha do ISIS contra o povo jazidis em Sinjar o 03 de agosto de 2016 com actos de protesto que vejam oportunos nas suas localidades. O movimento das mulheres curdas organizará minutos de silêncio e açons de protesto em diferentes partes do Curdistam e na Europa nesse dia. Nós chamamos para te juntar a nós e levantar a voz da liberdade.”

Conselho de Mulheres Jazedis de Shengal

Apoios:
Basur /Curdistam sob administraçom Iraquiana:
Kurdish Women’s Relation Organization (REPAK)
Kurdistan Free Women’s Organization (RJAK)
Rassan Organization for Defending Woman Rights
Social Development Organization
Sazan Women and Human Rights Reunion Organization
Saya Organization Strives Against Violence and Gender Discrimination
Work Institute for the Development of Democracy (WID)
Kurdistan Women’s Alliance
Women’s Union of Kurdistan – Zhinan
Zhindrusty Organization to Obtain Better Health Services for Women

Rojava / Curdistam Oeste:
Star Congress
Free Women’s Foundation
Women’s Commission
Sara Association to End Violence Against Women
Democratic Union Party (PYD) Women’s Branch
Syria Kurdish Left Party Women’s Branch
Syria Kurdish Democratic Left Party Women’s Branch
Kurdistan Communist Party Women’s Branch
Kurdistan Liberal Union Women’s Branch
Syria Kurdistan Democratic Party Women’s Branch
Kurdistan Green Party Women’s Branch
Free National Party Women’s Branch

Bakur / Curdistam sob administraçom turca:
Struggle Platform for Women Forcefully Seized
Free Women’s Congress (KJA)
Democratic Regions Party (DBP) Women’s Council
Democratic Society Congress (DTK) Women’s Council
Selis Women’s Association
Ceren Women’s Association
Rainbow Women’s Association

Rojhelat / Curdistam sob administraçom Iraniana
Doğu Kürdistan Özgür Kadınlar Topluluğu (KJAR) (East Kurdistan Free Women’s Community)

Europe
Umbrella Organization of Yazidi Women’s Councils in Germany
Yazidi Youth Union
Central Council of Yazidi Associations
Ceni Kurdish Women’s Peace Office
Hevi Education and Integration Association
Yazidi Kevnas Association
Kahniya Sîpî Association
Union of Students from Kurdistan (YXK)
Union of Female Students from Kurdistan (JXK)
Kurdish Peace House Bielefeld
Democratic Allawi Federation (FEDA)
Democratic Union Bielefeld
Socialist Women’s Union (SKB)
Kurdish Women’s Movement in Europe (TJKE)
Femmes Solidaires

Turkey
People’s Democratic Congress (HDK) Women’s Council
People’s Democratic Party (HDP) Women’s Council
Socialist Women’s Councils (SKM)
Women’s Freedom Council (KÖM)
Foundation for Solidarity with Women (KADAV)

Cyprus
Association for Migrant Rights (MHD)
Feminist Atelier (FEMA)
Free Women’s Academy (ÖKA)

Recolhido por Jinha (Agência de Mulheres).

 

Deixa unha resposta

O teu enderezo electrónico non se publicará Os campos obrigatorios están marcados con *